10 princípios básicos para uma alimentação saudável

lily_10

10 princípios básicos para uma alimentação saudável

Fazer a coisa certa nem sempre é fácil e muitas vezes o que é certo para uns, não é para outros.
Cada criança é única, com vontades e comportamentos próprios e eu acredito em respeitar essas características e trabalhar com elas.

No post de hoje, preparei os 10 princípios básicos que vão ajudar a guiar vocês nessa ‘jornada alimentar’ dos seus filhos. São princípios simples, que se adaptam independente dos hábitos e particularidades dos seus pequenos.

 

1. INFORMAÇÃO
Procure por fontes de informação variadas e confiávies, questione, converse, pergunte e não acredite em tudo que você lê.

2. VARIEDADE
Variedade é tudo. A falta de variedade, invariavelmente, também vai levar à falta de nutrientes.

3. CRIATIVIDADE
Crie formas interessantes com frutas, legumes e sanduíches, ofereça diferentes texturas, temperaturas e sabores, invente joguinhos… Vale tudo nessa hora!

4. EXEMPLO
A família é a fonte de referência em relação à hábitos alimentares e preferências. As crianças nem sempre fazem o que você diz, mas com certeza vão fazer o que você faz!

5. PARTICIPAÇÃO
Envolver as crianças nas escolhas dos alimentos e preparação de refeições estimula o interesse e irá fornecer uma base para um relacionamento saudável com a comida.

6. ESCOLHAS
Não introduza alimentos pobres em nutrientes e densos em calorias para bebês e crianças pequenas. O que eles não conhecem, não vão querer. Nos primeiros anos de vida cerque-os com uma variedade de alimentos saudáveis, você vai agradecer mais tarde.

7. HIDRATAÇÃO
Certifique-se de que as crianças estão bem hidratadas. Não espere até que sintam sede e peçam algo para beber, ofereça água regularmente. (Água, não sucos!)

8. RESPEITO
Várias pequenas refeições durante o dia são, muitas vezes, melhores para as crianças do que servir um pratão. E não as forçe a ‘limpar o prato’, elas sabem quando já comeram o suficiente. (E entenda que o apetite deles também varia, tem dias que não comem nada e outros que comem como ‘gente grande’).

9. DEDICAÇÃO
Trabalhe duro no início pois você está estabelecendo hábitos e preferências saudáveis que vão durar pra vida toda. Formar uma boa base é fundamental para lidar com os desafios que virão mais tarde. (…comer o que os amigos comem, comer porcarias na rua, encontrar a turma no McDonalds…)

10. ATENÇÃO
E lembre-se: má nutrição pode levar à doenças, aumento do risco de outras doenças, problemas de comportamento e aprendizado, e uma variedade de outras condições.

 

 

No Comments

Post A Comment